CANTO DE FRASSINO

Os meus horizontes são de Vida e de Esperança !

Textos

A GEA MÃE
Tão formosa, ó divina Gea maternal!
De ti nasceram as excelsas dimensões
E em ti brotam as desumanas condições
Que dão sentido à estranha vida natural…

O horizonte que te protege é magistral
As estrelas e o sol são tuas criações
Em ti viajam as distintas estações
E os dias e as noites de forma tão igual.

Por ti correm as águas dos rios e dos mares
De ti se faz colheita a fruta dos pomares
Num clamoroso hino ao verde das colinas.

Mas já se vão desnorteando as razões
E as trevas miseráveis das cruéis paixões
Secam na vida humana as crenças peregrinas…

Onde está, ó Gea Mãe, a tua qualidade
E onde habitam as virtudes genuínas
Dos filhos de Adão sem alma nem idade?

O tempora, o mores, quem reconstrói tuas ruínas?

Frassino Machado
In JANELAS DA ALMA
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 14/01/2014


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras