CANTO DE FRASSINO

Os meus horizontes são de Vida e de Esperança !

Textos

VACINAÇÃO «HAIKU»
“Do exame fantasma”

Era um a vez um país
A selva instalada
Entre o ser e o nada

Escola e vida real
Um devir indeciso
Com prejuízo

Preferem brincar
As crianças nunca estudam
Não as desiludam

O saber é lazer
Mestres, para quê?
Ninguém conta nem lê

Casa, escola e rua
É mansão global
E nada mais natural

Há fartura por aí
Estão na pele as misérias
E os Mestres de férias

Sem arrumação
Escola nas entrelinhas
Com ervas daninhas

Escola perdida
E recuperada
E tudo é saber ou nada

Pra vacinação
Com ideário a granel
Vem o Chefe mandel

Santa examinação
Dai-lhe sumiço
Toda a escola em reboliço

O padre-nosso cantado
Mesmo ao contrário
Que o aprenda o vigário

Ai do Mestre, coitado!


Frassino Machado
In LIRA BEM TEMPERADA
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 29/11/2013
Alterado em 29/11/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras