CANTO DE FRASSINO

Os meus horizontes são de Vida e de Esperança !

Textos

PORTUGAL, QUE PAÍS É ESTE?
Em jeito de balanço de 2018

Portugal, que País é este,
Que és tão cheio de não-me-toques?
Se és virtual ou verdadeiro,
Umas vezes feira, outras nevoeiro,
Mais interessado em berloques
Por um lado sério, por outro, brejeiro?

Portugal, que País é este,
Que és tão solícito e vaidoso?
Se és pragmático ou desleixado,
Umas vezes fogo, outras aguado,
Mais interesseiro do que brioso
Por um lado sóbrio, por outro, adiado?

Portugal, que País é este,
Que és tão sábio e competente?
Se és de sucesso ou marca-passo,
Umas vezes birrento, outras abraço,
Mais calculista que inteligente
Por um lado herói, por outro, fracasso?  

Portugal, que País é este
Que és tão legal e justiceiro?
Se és tão honesto como trapaça,
Umas vezes apto, outras sem graça,
Mais troca-tintas que corpo-inteiro
Por um lado encanto, por outro, fumaça?

Portugal, que País é este
Que és tão cavalheiro humanista?
Se és H grande ou se és um anão,
Umas vezes recto, outras aldrabão,
Mais oportunista, que altruísta
Por um lado Éden, por outro, perdição?

Portugal, que País é este
Se és sol claro por entre brumas?
Se andas perdido quem te verá?
Seja de pé, ou ao deus-dará
Por não teres esperanças nenhumas,
Se não te assumes, quem te salvará?  

Portugal, que País é este
Se tens um horizonte singelo?
Tu que foste verde e azul
E agora és de norte a sul
Todo, ou quase todo, amarelo
Cuida-te para não virares paul?

Portugal, que País é este
Que já não tens Dom Sebastião?
Tu que sempre foste mistério
E agora já não tens critério
Para elevares o teu Padrão
Voltando a ser o V Império?  

Ai Portugal, das oito partidas,
Qual a máscara que tens no coração?
Se és um Projecto com ou sem magia
Umas vezes certo, outras fantasia,
Mais tempo perdido que ilusão
Por um lado história, por outro, anarquia?

Ai Portugal, Portugal à deriva,
És jardim à beira-mar plantado?
Se és nacional ou se és tudo
Umas vezes alegre, outras sisudo,
Mais eufemista do que fado
Por um lado sonho, por outro entrudo?

Portugal, dos sete-sóis ou sete Luas,
Porque arrastas a Alma pelas ruas?  

Frassino Machado
In JANELAS DA ALMA
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 27/12/2018
Alterado em 27/12/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras