CANTO DE FRASSINO

Os meus horizontes são de Vida e de Esperança !

Textos

ADAMASTOR DO MUNDO
Na Era do Terror

Ele há dois mundos: o da Luz e o das Trevas.
Um e outro sustentam na sua raridade
Toda a grandeza duma forte intensidade
Que fere o olhar dos homens e das próprias feras.

São estas duas particularidades, coevas
Do tempo universal, com histórica verdade,
Que lutam entre si até à saciedade
Por serem elas próprias mais do que quimeras

Por terra firme ou pelas vagas do mar alto,
Num corrupio de artimanha e de enredo,
Sentindo a solidão da angústia e do medo
O coração dos homens vive em sobressalto.

E um Vulto se revela, em desumano açoite
Com procelas agrestes e desconhecidas,
Pondo em risco a coragem feita para as vidas
Pelo terror brutal que intensifica a noite.

Faltando a Luz, as Trevas tendem a ofuscar
A ingénua alma com um manto de ignorância
E o Adamastor do Mundo, em surto d´arrogância,
A um soberano trono vai-se a alcandorar!  

Frassino Machado
In JANELAS DA ALMA
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 12/12/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras