CANTO DE FRASSINO

Os meus horizontes são de Vida e de Esperança !

Textos

A UMA NESPEREIRA FLORIDA
Em homenagem a Eugénio de Andrade

Fruir, sendo em manhã de Maio,
Veludada flor de nespereira;
Tactear das folhas, qual desmaio
No delirante fruto, ali à beira.

Afagar nas mãos, colhendo um cacho
À brisa, ao acalento bem notório;
Saborear na clepsidra o despacho
Do doirado e doce magnório.

Isto sim, qual fruta que se veja
No florido jardim do Paraíso;
Vai-se o magnório, venha a cereja,
Não importa que se perca o siso

Assim, a uma cerejeira em flor
Em plenitude recolhida
Ergue-se na beleza e no primor
Aquela nespereira florida!


Frassino Machado
In CADA FRUTO SEU PALADAR
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 24/05/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras