CANTO DE FRASSINO

Os meus horizontes são de Vida e de Esperança !

Textos

À CONQUISTA DO MUNDO 03
III – Dos inimigos

Onde é que estão os teus inimigos, ó Poesia?
Onde é que está a máscara da tua inconstância,
E onde se esconde a razão da tua ignorância:
Nas cavas emoções dum´ alma em fantasia?  

Teus inimigos são horrores de ventania,
Que sopram pelas brechas desta minha errância,
Triturando, nos mares da dura militância,
O ignóbil Adamastor da loucura e d´ apatia.  

Teus inimigos, senhores da abjecta guerra,
Nunca hesitam em incendiar pela violência
E tenaz raiva contra a cultura e a decência,
Favorecendo o miserabilismo pela terra…  

Há ventos de ódio, de invejas e alçapões,
Há armadilhas traiçoeiras e repelentes,
Que não s´ inibem de coroar as suas mentes
De versos engendrados pelos vendilhões.

Ó casta e inocente Poesia, que vagueias
Desde há muito pelos inóspitos desertos,
Não te deleites p´ las lentilhas dos espertos
E colhe decidida os frutos que semeias!  

Frassino Machado
In ODISSEIA DA ALMA
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 25/10/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras