CANTO DE FRASSINO

Os meus horizontes são de Vida e de Esperança !

Textos

UM "RUSSO" ACADÉMICO
«Trovas do Tónio Russo»

Chegavam os vindimadores,
Prontos pra toda a canseira,
Da vindima dos arredores
Na opulenta Casa da Beira.

Eu era pequeno demais
Pra aquela jorna habitual
Gostava de ir aos pardais
Que andavam pelo quintal.  

Mas tinha a minha lição
E os deveres para fazer
E o Russo, naquela ocasião,
Era bem duro de roer.

Na herdade do primo Juca
Tónio Russo pernoitava,
Co´ ele puxava-se p´ la nuca
Enquanto a bola esperava.

As contas ficavam pró fim,
Ou até mesmo para depois,
Mas as Ciências e o Latim
Era berbicacho prós dois.

E, quanto à Geografia
Ou à História, minha paixão,
Ia-se até ao meio-dia
Depois, só a bola e o pião.

Eu, guarda-redes endémico,
O Russo, vedeta com carta,
Fazendo-se de académico
Marcava golos à farta.

A vingança era ao pião
E, por vezes, ao berlinde
Havia meças de mão a mão
E duas cavacas de brinde.

Sobrar tempo era raro
E a fisga saía do bolso
Ia-se aos tordos, pois claro,
Fazer contas era o caroço.

- Ai o Russo, ai o Russo,
Não me sai cá da memória,
Adestrou-me para um Curso
Que fosse à base de História.

Contou-me o Russo, com brio
Por ter ruiva cabeleira:
Era para ele um atavio
De raça sueva matreira.

- Estavam cá os Lusitanos,
Mais os Celtas e os Gregos
E depois, mais qu´ os Alanos,
Ficaram a mandar os Suevos.  

Não quis saber de mais nada,
Memória já me não falha,
E pra rematar a jornada
Ainda jogámos à malha.

Depois da bucha e da sesta
Fomos espreitar a vindima:
- Torna, torna, vai mais esta,
Quem ma chega cá acima?

- Nas Odes de Horácio Flaco,
Por entre vindimas a rodos
Diz Tónio, puxando p´ lo caco
- Já se colhia destes modos.

Por falar em horas mortas
Lembrei do Russo a piada
Bacante, uvas Ataenas portas,
Lá diz Virgílio na Eneida.

Bela que foi esta idade,
De uma vivência distinta,
Se fosse contar a verdade
Iria correr muita tinta!

Frassino Machado
In CANÇÃO DA TERRA E DO MEU PAÍS
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 27/07/2017
Alterado em 28/07/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras